ONU denuncia repressão na Bolívia e diz que situação pode sair do controle. Por Jamil Chade

No Uol

A alta comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, denuncia a repressão e o uso excessivo da força na Bolívia. Numa declaração neste sábado, a chilena alertou que, diante da resposta das forças de segurança, a situação no país sul-americano pode “sair do controle”.

A declaração foi feita num momento em que, dias depois da renúncia de Evo Morales, a crise na Bolívia não perdeu força. Entre observadores internacionais, o temor é de que a situação em La Paz acabe criando um segundo foco de intensa instabilidade, depois do caso da Venezuela. A região ainda chama a atenção da comunidade internacional por conta da tensão no Chile e Haiti.

(mais…)

Ler Mais

A Justiça com um amargo senso de humor

Por Ellen Marques, no Observatório de Favelas

Rio de Janeiro – Em 2016, Rennan da Silva Santos (26 anos), o DJ Rennan da Penha, sofreu uma acusação por associação ao tráfico de drogas. As provas apresentadas foram áudios que Rennan produziu alertando moradores sobre a presença de “caveirões” no Complexo da Penha. Na época, Rennan foi inocentado do processo que corria em 1º instância, mas o Ministério Público do Rio de Janeiro resolveu mergulhar mais fundo no processo do DJ Rennan no início deste ano.

(mais…)

Ler Mais

Juiz boicota STF ao soltar condenado a 29 anos! E Mazloum salva o dia! Por Lenio Luiz Streck

No Conjur

Da série Neste País Ninguém Morre de Tédio, vem de Cascavel (PR) a mais nova pérola da Justiça, não por seu equívoco, mas pelo que representa, no plano simbólico, como perigo para a institucionalidade de uma decisão do Supremo Tribunal. A matéria é de Fernando Martines, aqui da ConJur, que descreve magnificamente o imbróglio. Assim se faz jornalismo: mostra um fato e compara com outro, da mesma natureza e desvela a contradição.

(mais…)

Ler Mais

Moro recebeu pedido de proteção aos Guardiões da Floresta antes da morte de Paulo Guajajara

Ao menos quatro indígenas deveriam ter ingressado em Programa de Proteção Federal para resguardar vidas sob ameaças de morte, conforme solicitou o governo do Maranhão ao ministro da Justiça

Por Elaíze Farias, no Amazônia Real

Manaus (AM) – Os indígenas Guajajara que monitoram e protegem o território Arariboia desde 2007, quando foi criado oficialmente o grupo “Guardiões da Floresta” (na época se chamava “Fiscais da Terra”), sempre foram alvo de ameaças de morte. Nos últimos 12 anos, pelo menos seis Guardiões da Floresta foram assassinados pelos conflitos envolvendo invasores: madeireiros ilegais descontentes com as ações de monitoramento do território indígena.

(mais…)

Ler Mais

Como a invasão da embaixada venezuelana ameaça a estabilidade no continente

Relações entre a oposição venezuelana e a família Bolsonaro mostram vínculos entre bloco de direita regional

Por Michele de Mello, de Caracas (Venezuela), no Brasil de Fato

A invasão da embaixada da Venezuela em Brasília (DF), nesta quarta-feira (13), abriu uma série de questionamentos sobre um suposto apoio do Itamaraty aos invasores e sobre a relação da família Bolsonaro com opositores venezuelanos. As cerca de 20 pessoas, entre brasileiros e venezuelanos, tentavam abrir espaço para que o corpo diplomático nomeado pelo autoproclamado presidente do país, Juan Guaidó, fosse instalado. Embora não tenha sido eleito, Guaidó é reconhecido pelo governo de Jair Bolsonaro.

(mais…)

Ler Mais

‘Bolsonaro vai dar nossa terra aos americanos’: concessão da base de Alcântara aos EUA ameaça quilombolas

Por Danilo Serejo, no The Intercept Brasil

EM 1999, EU TINHA 15 ANOS e recém-começava a ter consciência da dura realidade social e política que cercava minha comunidade quilombola, chamada Canelatíua e localizada em Alcântara, a 32 km de São Luís, capital do Maranhão. Nessa idade, comecei a me dar conta de que nasci marcado pelo desamparo institucional. Sem eira e nem beira, como reza o ditado popular que se refere a alguém sem bens ou posses.

(mais…)

Ler Mais

O que as manchas de óleo revelam sobre o Brasil atual?

Por Victor Terra*, na UFRJ

Há mais de dois meses, o litoral brasileiro vem sofrendo com o derramamento de petróleo cru que já atingiu 111 municípios de todos os nove estados do Nordeste e do Espírito Santo. Diante do grave desastre, o Fórum de Ciência e Cultura (FCC), em parceria com o Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe), reuniu especialistas e ativistas com o objetivo de debater e pensar caminhos para reduzir os impactos do problema.

(mais…)

Ler Mais

A ancestralidade como resistência: aldeias guarani cultivam sementes, mudas, cultura e conhecimento

Por Marco Weissheimer, no Sul21

Um grupo de aldeias indígenas Guarani vêm desenvolvendo, no Rio Grande do Sul, um projeto que tem como objetivo principal a conservação, a recuperação e o aumento da biodiversidade em suas aldeias. Implementado em parceria com o Instituto de Estudos Culturais e Ambientais (IECAM), com apoio da Petrobras, o Projeto Ar, Água e Terra – Vida e Cultura Guarani, envolve a construção de viveiros de plantas nativas, intercâmbio de saberes, sementes e mudas entre as aldeias e a recuperação e reconversão de áreas degradadas por meio do plantio de espécies de uso tradicional na alimentação, medicina, arte e rituais.

(mais…)

Ler Mais

‘A literatura é a nossa forma de fazer resistência com poesia’, diz Daniel Munduruku, escritor indígena

Por Annie Castro , no Sul21

Para o professor e escritor Daniel Munduruku, a literatura indígena voltada para crianças e jovens é uma forma de romper com ideias preconceituosas e estereotipadas perpetuadas sobre os povos indígenas no país. “Com a literatura, criamos possibilidades de as crianças aprenderem novos conhecimentos, terem novas informações e, com isso, crescerem mais conscientes e menos preconceituosas”, diz o escritor, que participou da programação da 65ª Feira do Livro de Porto Alegre na tarde da última terça-feira (12) para falar sobre educação e literatura dos povos indígenas.

(mais…)

Ler Mais

Nota Pública da CPT: No Cerrado, polícia expulsa moradores da terra onde produzem

A Comissão Pastoral da Terra no Piauí (CPT-PI) e a Associação de Moradores da Comunidade Melancias tornam pública repetidamente a situação de conflito no território Melancias, no Cerrado piauiense.

“Não temos dinheiro, nós temos coragem”,Sr. Juarez de Sousa

No último dia 04 de novembro de 2019, a Fazenda Alvorada expulsou as famílias de sua área coletiva de solta do gado e das roças. Com auxílio da polícia e jagunços da fazenda, chegaram à comunidade ribeirinha do território Melancias e colocaram uma parte do gado das famílias para o outro lado do rio. A ação foi realizada durante toda a parte da tarde com a presença da Polícia Militar de Gilbués. Vale ressaltar que não foi apresentado nenhum documento oficial que justificasse a ação, sendo ela assim, arbitrária, autoritária e violenta.

(mais…)

Ler Mais